Inscrições no link: https://forms.gle/bpQrt7s2Kjmk8EhW7

A Cidade Futura recebe José Miguel Wisnik nos dias 05 e 06 de março de 2020 para uma programação voltada à comunicação, cultura e formação educacional.

No primeiro dia, às 15h00, Wisnik ministra o minicurso Maquinações 1 – comunicação e cultura, apresentando, entre outros assuntos, sua leitura da comunicação em Vilém Flusser. Às 17h30, acontece o lançamento do livro Maquinação do mundo: Drummond e a mineração. Na manhã do mesmo dia, o pensamento de Flusser é introduzido pelo professor José Paulo Teixeira no primeiro encontro do minicurso Introdução aos Filósofos Inovadores: uma compoesia.

No dia seguinte, 06 de março, Wisnik trata da formação educacional no minicurso Maquinações 2 – Haquira Osakabe: educação, exigências e delicadeza.

As atividades com José Miguel Wisnik complementam os estudos e leituras da jornada 2019-2020 do programa Filósofos Inovadores, preparatórios para o seminário Exigências da Educação: práticas filosóficas e educacionais na formação de formadores. Neste período, o programa dedica-se às contribuições de Vilém Flusser, José Ortega y Gasset e Peter Sloterdijk para a temática Exigências da Educação.

José Miguel WisnikSobre José Miguel Wisnik

É compositor, cantor, escritor e professor. Estudou piano erudito e formou-se em Letras na Universidade de São Paulo, instituição onde mais tarde tornou-se mestre e doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada. A música e literatura coabitam os trabalhos de José Miguel Wisnik, que se estendem ainda para as trilhas sonoras do cinema e do teatro.

Publicou, entre outras obras, A música em torno da Semana de 22 (1977) – tese de mestrado e vencedora do Prêmio Jabuti -, Veneno remédio: O futebol e o Brasil (2008) e Maquinação do mundo: Drummond e a mineração. Gravou quatro discos: José Miguel Wisnik (1992), São Paulo Rio (2002), Pérolas aos poucos (2003) e Indisível (2011). Sua vocação para lecionar soma-se à música e à literatura nas aulas-show que ministra em cidades brasileiras.